• NavegaçãoInício » Clipping » Estado busca parceiros para futuro sustentável…
  • AumentarDiminuirNormal
Diario de Pernambuco - Recife - PE
  • Diario de Pernambuco - Recife - PE
  • 17 de Novembro de 2016 às 03:00

Estado busca parceiros para futuro sustentável

Pernambuco apresentou programa a empresas globais durante reunião da ONU no Marrocos

17 de Novembro de 2016 às 03:00
Da Redação

Divulgação Zoom
Secretário Sérgio Xavier participa do encontro COP22, em Marrakech, na África

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Sérgio Xavier, apresentou ontem, na Conferência do Clima da ONU (COP22), no Marrocos, um programa voltado a atrair e desenvolver negócios de forma sustentável. Empresas globais de veículos elétricos, energia solar, internet das coisas, aplicativos de compartilhamento e armazenamento de energia confirmaram participação. O anúncio oficial dos primeiros resultados desse diálogo será feito na próxima semana, na abertura do Festival uPlanet, no Recife, com a presença do governador Paulo Câmara e empreendedores.

Motivada pelo Acordo de Paris (COP21), ratificado por cerca de 100 países, que formalizou metas de redução de emissões de gases de efeito-estufa, a COP22 está sendo realizada em Marrakech até amanhã, para definir mecanismos e viabilizar ações práticas. O principal desafio é desenvolver rapidamente uma nova economia de baixa emissão de carbono.

O programa apresentado por Pernambuco está integrado à parceria firmada entre o governo do estado, o governo da Califórnia, nos Estados Unidos, e o Consulado Geral dos EUA no Recife, para desenvolver ações de cooperação técnica e prospecção de negócios alinhados aos objetivos globais de combate às mudanças climáticas e redução das desigualdades. Transformar o arquipélago de Fernando de Noronha em modelo de gestão sustentável e novos negócios colaborativos, interconectados e com baixa emissão de carbono é um dos objetivos da parceria.

A ação faz parte do Global leadership memorandum of understanding, memorando de entendimentos assinado em 2015 pelo governadores de Pernambuco, Paulo Câmara, e da Califórnia, Jerry Brown, além de mais de 170 governos regionais que compõem uma rede de administrações declaradamente comprometidas com a construção de uma nova economia de baixa emissão de carbono.

“Estamos formulando arranjos inovadores que sirvam de modelo de desenvolvimento sustentável para Fernando de Noronha, mas que possam ser replicados em outros lugares e em larga escala, considerando os desafios globais de reduzir as emissões de gases que poluem nossa atmosfera e provocam as mudanças climáticas”, destacou o secretário Sérgio Xavier.

O programa busca promover ações de cooperação internacional para atrair as melhores práticas, negócios e tecnologias sustentáveis para Pernambuco e, especialmente Fernando de Noronha, transformando o local no primeiro território de carbono neutro do Brasil. A ideia é prospectar empresas para desenvolverem produtos e serviços dentro do conceito de economia de baixo carbono para os eixos de mobilidade, energia, resíduos, água, gestão sistêmica, educação, solo, arquitetura e urbanismo.

Noronha deverá ser transformada em um laboratório de soluções sustentáveis. O projeto também será ampliado para o Recife e municípios do Semiárido, região que mais sofrerá impactos com o aquecimento global.

uplanet

A plataforma de mobilidade é a mais avançada no projeto, segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade. Já está integrando fabricantes de veículos elétricos, fornecedores de internet das coisas, empresas de energia solar, fabricantes de baterias, aplicativos de compartilhamento, bancos financiadores, locadoras e uma rede de parceiros que estarão conectados, oferecendo serviços interligados. As empresas integrantes serão anunciadas no Festival uPlanet – conjunto de exposições, debates, apresentações e roda de negócios, que ocorrerá de 24 a 27 de novembro no Bairro do Recife.

Últimos Clips

AchaNotícias